Buscar
  • Requião

Defesa pelo emprego e pelo capital produtivo marcam ano do Senador Requião

Defesa pelo emprego e pelo capital produtivo marcam ano do Senador Requião A defesa pelo emprego e pelo capital produtivo foram uma das principais bandeiras do senador Roberto Requião d(PMDB/PR) durante este ano no Senado Federal. Em seu pronunciamento de rádio desta terça-feira (20), o senador fez um rápido balanço desta sua luta. “Vim para o Senado com compromissos muito claros: defender o pleno emprego, o salário e o capital produtivo em contraposição ao capital vadio, o capital especulativo. Este que anda nos bancos e nas bolsas e que gera riquezas extraordinárias sem produzir nada”, afirmou, lembrando que quando esteve à frente do Governo do Paraná, trabalhou baseado na Carta de Puebla. “Se nós olharmos a realidade da política econômica brasileira os dados são terríveis. Este ano tivemos um aumento enorme do número de milionários no Brasil. Nenhum deles veio da produção, da indústria e do trabalho. São milionários que vêm do meio de banqueiros, dos especuladores e dos jogadores da bolsa que não produzem rigorosamente nada. Milionários parasitas da nação”, criticou. Requião relembrou que há cinco anos havia um déficit de US$ 6 bilhões na balança comercial de manufaturados brasileiros. Hoje, em novembro, este déficit já de US$ 84 bilhões, podendo chegar ao final do ano a US$ 96 bilhões. “A nossa indústria não anda. E não andando a indústria não tem emprego, não tem produção, não tem nação, não tem soberania. O enfrentamento continua. Temos que lutar pelo trabalho, pelo salário e pelo empreendimento produtivo”, finalizou. ÁUDIO

0 visualização