Buscar
  • Requião

Congresso precisa de consistência filosófica e ideológica, afirma Requião

Congresso precisa de consistência filosófica e ideológica, afirma RequiãoUm mandato com consistência filosófica e ideológica. É o que o candidato ao Senado Roberto Requião se comprometeu a levar para o Congresso Nacional caso seja eleito em 3 de outubro próximo. Requião foi o primeiro a participar, na noite desta segunda-feira (dia 16), em Curitiba, da série de debates com candidatos ao Senado e empresários promovidos pela Associação Comercial do Paraná (ACP). “Estou com 69 anos de idade. Não mudei: faço política com compromisso”, declarou.O peemedebista assegurou ainda que vai defender no Senado a soberania do Brasil, sobretudo no que se refere à economia. Requião reiterou que é contra a autonomia do Banco Central e que vai combater os privilégios do mercado financeiro em detrimento dos interesses da nação. “O Banco Central tem que ser dependente, dependente dos interesses do povo.”Requião falou também sobre algumas realizações à frente do Governo do Paraná e que tais ideias e experiências bem sucedidas serão levadas por ele para o debate no Senado. A reversão do processo de privatização do Porto de Paranaguá e o fim dos favorecimentos a empresas estrangeiras em prejuízo às nacionais, principalmente às micros e pequenas, foram alguns dos pontos detalhados pelo candidato.TAREFA – Para Roberto Requião, é imprescindível que no processo eleitoral se explique com clareza que o papel do senador da República – e do parlamentar de um modo geral – não se restringe a conseguir, por emendas ao orçamento, verba para uma obra ou outra. “A tarefa não é trazer recursos, dinheiro para uma escola, uma creche. O Congresso tem que discutir o Brasil, com consistência filosófica e ideológica.”Políticos com esse perfil estão em falta, observou Requião. “O que temos aí são políticos fazendo ‘corretagem’, que sobrevivem com favores corporativos ou negociatas que garantem votos e o reingresso no cargo na eleição seguinte. Políticos desideologizados, que fazem da política uma profissão.”Confira outros pontos abordadosMEIO AMBIENTE – Requião disse ser contra as reformulações na legislação ambiental em trâmite no Congresso. Reafirmou ser ambientalista e defender com rigor medidas que evitem degradações ambientais. “No Paraná, brigamos por isso até o último dia.”INVESTIMENTOS EM CURITIBA – O candidato ao Senado lembrou que o Governo do Paraná financiou a construção de dez unidades básicas de saúde na cidade. Terminou o Contorno Norte, que desafogou o trânsito em Santa Felicidade, entre outras ações. “Nunca perguntei a nenhum prefeito, na hora de implantar um projeto do Estado, qual o partido dele. Quando ia instalar uma clínica de saúde da mulher, por exemplo, não queria saber se o prefeito era de um partido aliado ou da oposição.”TRANSPARÊNCIA ADMINISTRATIVA – Transparência absoluta foi defendida por Requião. “No Governo do Paraná publicamos tudo na internet. Enviei à Assembleia proposta obrigando os três poderes a publicarem os salários na internet.”GOVERNO LULA – Roberto Requião enalteceu os avanços. “Vinte e um milhões de brasileiros saíram da pobreza absoluta, 31 milhões subiram de classe social.” Também destacou as medidas que o Governo Lula tomou para minimizar os efeitos da crise global no país.

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo