Buscar
  • Requião

Comissão de Educação homenageia vencedores de Olimpíada do Ensino Técnico

Comissão de Educação homenageia vencedores de Olimpíada do Ensino Técnico A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) realizou, nesta quarta-feira (7), reunião especial de homenagem aos estudantes brasileiros que participaram da 41ª WorldSkills, a Olimpíada do Ensino Técnico, realizada em Londres, em outubro. O Brasil conquistou o segundo lugar geral, superado apenas pela Coreia. O país foi representado por uma equipe de 28 estudantes das escolas do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A homenagem foi proposta pelos senadores Roberto Requião, que preside a CE, Armando Monteiro (PTB-PE) e Cristovam Buarque (PDT-DF). A convite da Confederação Nacional da Indústria. CNI, o senador Requião participou da premiação dos estu8dants brasileiros, na Inglaterra. Das 46 atividades profissionais em disputa, o Brasil concorreu em 25, com o saldo de seis medalhas de ouro, três de prata e duas de bronze. A equipe ganhou ainda dez certificados de excelência pelo desempenho nos quatro dias de provas. Em competições que simulam o dia a dia do trabalho nas diferentes áreas, os alunos são desafiados a realizar tarefas no prazo estipulado, dentro de padrões internacionais de qualidade. Valor do ensino técnico Requião enviou congratulações aos estudantes por intermédio do vice-presidente da CE, senador Paulo Bauer (PSDB-SC), que coordenou os trabalhos. Quinze senadores participaram do evento, dirigindo elogios aos alunos, todos com idade entre 19 e 22 anos. Quase todos destacaram ainda a importância do ensino profissionalizante para o país. – O papel de vocês é fundamental para disseminar o valor do ensino técnico. Assim poderemos ter mais jovens percebendo que podem conquistar espaços e dar sua contribuição à família e ao país optando pelo ensino profissionalizante, muitas vezes com salários muito melhores em comparação com os que têm diploma universitário – destacou Cristovam Buarque. Participantes A mesa do evento foi composta pelo australiano Jack Dusseldorf, que presidiu a WorldSkills Internacional até o encerramento das Olimpíadas em Londres; o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, representando o Senai; e Shirley Moraes, chefe de Programas Educacionais da Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo (CNC), como representante do Senac. Estava ainda o representante dos alunos, Natã Miccael Barbosa, medalhista de ouro em Design; e o astronauta brasileiro Marcos Pontes, que é embaixador da WorldSkills. O presidente da CNI destacou que o Brasil, representado pelo Senai, é filiado à WorldSkills há 30 anos. Ele disse que, nos últimos dez anos, o país sempre esteve entre os cinco melhores em desempenho. Destacou que a segunda colocação, agora obtida, é um resultado "excepcional" considerando que a disputa contou com a participação de mais de 50 países e quase mil estudantes. – Estou certo de que a alta qualidade da competição, bem como a relevância dos resultados alcançados, constitui a principal razão desta prestigiosa homenagem – considerou. Natã Barbosa, pelos estudantes, destacou a gratidão de todos pela qualidade da formação obtida nas escolas do Senai e do Senac. Conforme salientou, o resultado obtido em Londres resultou do esforço de ampla equipe, que inclui professores, gerentes e diretores, entre outros. Salientou que a dedicação de cada um tornou possível trazer as medalhas e certificados para o país. – A conquista não foi individual e a gente agradece de todo o coração a oportunidade – disse o estudante. Com Gorette Brandão / Agência Senado Foto: Márcia Kalume / Agência Senado

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo