Buscar
  • Requião

Boca no Trombone: livro resume atuação de Requião no semestre

Com a Boca no Trombone: livro resume atuação de Requião no semestre Com um livro de 170 páginas, o senador Roberto Requião resume a sua atuação em Brasília, neste primeiro semestre do ano. A publicação deve circular nas primeiras semanas de agosto. No livro, Requião transcreve os discursos que fez em plenário, os projetos de lei que apresentou e os pareceres que deu a projetos de outros senadores, nas comissões de que faz parte. “Com a Boca no Trombone”, é o título da publicação. Em seus discursos, Requião priorizou o tema econômico, insistindo sempre que o Governo Federal deve mudar radicalmente as concepções que orientam sua política no setor. Para ele, o Banco Central, especialmente, continua preso aos interesses do capitalismo financeiro, privilegiando a ação dos especular dores, enquanto o Ministério da Fazenda age de forma ainda tímida para mudar a imposição dos preceitos neoliberais ao país. Por diversas vezes, em seus discursos, Requião recorreu ao Seminário Internacional sobre a crise financeira global, que ele organizou quando era governador do Paraná, em 2008, repercutindo as palestras de economistas como Aldo Ferrer, ex-ministro da Economia da Argentina, Mário Lettieri, ex-minsitrto adjunto da Economia da Itália, o inglês Magnus Ryan, professor a Universidade de Cambridge, Tomas Palley, economista norte-americano considerado o principal expoente mundial do keynesianismo Nesses discursos, o senador paranaense mostrou que a política de juros, a sobrevalorização do real, a âncora das commodities, as importações sem freios, a desindustrialização brasileira, a contenção dos aumentos salariais, o empréstimo consignado e o endividamento dos consumidores nacionais armam uma bomba relógio quer, inevitavelmente, vai explodir. A saída, afirmou Requião continuadamente no plenário do Senado, é o país caminhar com as próprias pernas, confiar em suas forças, apoiar-se no mercado interno,. elaborando e executando uma nova política industrial, restringindo as importações de toda sorte de quinquilharias, controlando o câmbio e contendo a sobrevalorização do real, baixando os juros, aumentando os salários, freando a especulação financeira. Enfim, como insistiu, “um país para os nossos e não um mercado para o desfrute dos outros”. Dois outros discursos marcaram também a atuação de Requião nesse primeiro semestre: o pedido para que Palocci fosse demitido e a oposição ao projeto do trem-bala. Proposições Entre as propostas que Roberto Requião apresentou ao Senado, estão a que permite deduzir do Imposto de Renda, de pessoa física, o salário pago a empregados domésticos; a que facilita o reconhecimento no país de diplomas universitários obtidos no exterior por estudantes brasileiros; a que possibilita o direito de resposta, na mídia, por quem ofendido por notícias e reportagens; a que disciplina a participação do Congresso Nacional em acordos internacionais assinados pelo Brasil; a que democratiza e torna transparente o processo de apreciação de autoridades indicadas pelo Governo Federral. Além dessas propostas, Requião deu pareceres a projetos de outros senadores, nas comissões de Constituição e Justiça, e Assuntos Econômicos. Comissões O senador Roberto Requião é presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte. Neste primeiro semestre, em 35 reuniões, a CE aprovou 110 matérias para a melhoria do ensino público brasileiro. Além de presidir a Comissão Educação., o senador é membro efetivo de outras duas importantes comissões do Senado, as de Constituição e Justiça e de Assuntos Econômicos. Ele participou também da Comissão Provisória de Reforma Política, cujos resultados dos trabalhos estão sendo discutidos pelo plenário do Senado. Por indicação da presidência do Senado, Requião representou a Casa, no Chile, nas comemorações dos 200 anos do Parlamento Nacional daquele país. Para prestar contas aos paranaenses e falar com os brasileiros, Roberto Requião grava diariamente comentários para rádios, que são distribuídos para as emissoras e jornais de todo o país. As atividades e opiniões do senador também estão expostas em seu sítio na internet, www.robertorequiao.com.br e no twitter@requiaopmdb.

0 visualização