Buscar
  • Requião

Apresentação de Andrew Jennings na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal

Apresentação de Andrew Jennings na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal Brasília, quarta-feira, 26 de outubro de 2011.

SLIDE 1: Slide de Andrew Jennings: Bom dia. Muito obrigado pelo convite. Venho trabalhando nos últimos 45 anos como repórter investigativo. Pesquiso e adquiro documentos confidenciais. A seguir escrevo livros e artigos e produzo filmes sobre investigações para a BBC. Venho investigando a FIFA durante os últimos 10 anos.

Possuo experiência considerável na investigação de crime organizado e posso assegurar-lhes que a FIFA preenche todos os requisitos quanto à definição acadêmica para ser enquadrada como Família do Crime Organizado.

Gostaria de lhes falar hoje sobre as últimas crises de corrupção da FIFA e qual será o impacto delas sobre a Copa do Mundo de 2014.

Mas primeiro – conheçam alguns dos 23 membros da Comissão Executiva da FIFA.

SLIDE 2 Jim Boyce: Jim Boyce, do Reino Unido, é o Vice-Presidente. Ele nada fala sobre corrupção. Espera-se que ele embolse cerca de um milhão de dólares em pagamentos da FIFA nos próximos quatro anos.

SLIDE 3 Príncipe Ali: Príncipe Ali da Jordânia. Um peso leve. Colocado no cargo por Blatter para livrar-se de um de seus críticos.

SLIDE 4 Julio Grondona e Blatter: Julio Grondona, da Argentina, Presidente da Comissão de Finanças da FIFA, atualmente sob investigação por contas na Suíça, provindas de dinheiro sujo. Em junho de 2003 ele disse na televisão, ‘Não acredito que um judeu possa algum dia ser um árbitro em um nível mais alto porque o trabalho é árduo e, vocês sabem, judeus não gostam de trabalhar arduamente.’

SLIDE 5 Worawi Makudi: Worawi Makud, da Tailândia, tem tido seu nome envolvido em vários escândalos da FIFA e está atualmente sob investigação por mau uso dos recursos da FIFA para o fomento do futebol.

SLIDE 6 Manilal Fernando: Manilal Fernando, do Sri Lanka, está atualmente sob investigação por possível envolvimento no notório escândalo de compra de votos, de um milhão de dólares, provocado por Mohamed Bin Hammam , do Qatar, em Trinidad e Tobago, no mês de maio.

SLIDE 7 Nicolas Leoz: Nicolas Leoz, do Paraguai, à esquerda, presidente do Conmebol. Documentos dos Tribunais da Suíça revelam que ele recebeu 730 mil dólares em subornos da antiga companhia de marketing da FIFA – a ISL. Blatter se recusa a fazer investigações.

SLIDE 8 Issa Hayatou & Jean Marie Weber: Issa Hayatou é presidente do futebol africano e está sendo investigado pelo Comitê Olímpico Internacional por receber suborno da Companhia ISL. Ele recebeu esse suborno do homem com quem está falando neste slide. Atualmente é a escolha de Blatter para que lhe suceda como Presidente da FIFA.

SLIDE 9 Ricardo Teixeira Terei mais a dizer sobre o senhor Teixeira mais tarde.

SLIDE 10 Chuck Blazer: Chuck Blazer, de Nova York. Nos últimos 21 anos Blazer e Jack Warner saquearam a Confederação dos países da América do Norte e da América Central e do Caribe. As contas de Chuck Blazer no Caribe estão atualmente sendo examinadas pelo FBI.

SLIDE 11: Juíza Preska: Em dezembro de 2006 – na conclusão de um processo legal em Nova York instaurado pela MasterCard contra a FIFA – a Juíza Loretta Preska declarou:

SLIDE 12: Juíza Preska sobre Blazer: “O depoimento do senhor Blazer não demonstrou, de maneira geral, durante interrogatório da parte adversa, credibilidade, baseado em suas atitudes e respostas evasivas. . . Ela acrescentou: ‘O depoimento do senhor Blazer fica rejeitado por ter sido forjado.’

A FIFA pagou à MasterCard 90 milhões de dólares para encerrar o caso.

SLIDE 13 Rafael Salguero: Rafael Salguero, da Guatemala, foi indicado pelo agora desacreditado Jack Warner. Não repetirei as alegações sobre o senhor Salguero !

SLIDE 14 Logomarca da ISL Este é o maior escândalo da FIFA de todos os tempos. Trata-se do pagamento de suborno às autoridades da FIFA pela companhia de marketing de esportes da ISL pelos contratos para a Copa do Mundo. Está atualmente sob os holofotes dos noticiários no Brasil e no mundo.

SLIDE 15 Valcke: Apresentemos esta saga através de algumas das atividades do Secretário Geral da FIFA, senhor Jerome Valcke.

SLIDE 16 Valcke e Teixeira: Aqui ele está com um amigo. No começo de 2001 Valcke trabalhou para uma companhia francesa que esperava comprar os ativos da falida companhia ISL. Sua equipe examinou os livros da ISL. Ele descobriu as propinas secretas e polpudas para as autoridades da FIFA. Ele tentou usar esta informação para renegociar os contratos com a FIFA. Em 30 de abril de 2001, o senhor Valcke recebeu esta surpreendente carta do senhor Blatter:

SLIDE 17 Blatter/Chantagem-íntegra:

SLIDE 18 Blatter/Chantagem- excerto: Os pontos de destaque são: “As ameaças foram especificamente dirigidas tanto contra a FIFA quanto a “certos cavalheiros da FIFA.” E . . . “A posição da FIFA não será alterada de modo algum por qualquer ameaça ou tentativa de chantagem.”

Dois anos mais tarde Blatter contratou esse ‘chantagista’ para ser seu novo presidente de marketing! Os senhores podem se perguntar: por qual motivo?

Como Chuck Blazer, o senhor Valcke também prestou depoimento no caso da MasterCard. O advogado da Mastercard, senhor Martin Hyman, acusou o senhor Valcke de mentir:

SLIDE 19 Hyman/palavras: MARTIN HYMAN: [Advogado da MasterCard] Disraeli disse uma vez que há três tipos de mentiras "mentiras, mentiras deslavadas e estatísticas. " Aprendemos com o Grupo de Marketing da FIFA que há mais. Aprendemos sobre os seis graus de prevaricação, mentiras bobas, mentiras comerciais, blefes, mentiras deslavadas, inverdades descaradas e perjúrio. O senhor Valcke mentiu até ao depor sobre suas mentiras. Mas no mundo da FIFA, está perfeitamente bem.

Isto foi em dezembro de 2006. Foi um escândalo internacional.

Sepp Blatter anunciou que Jerome Valcke fora demitido!

Seis meses depois Blatter trouxe-o de volta . . . promovido a Secretário Geral da FIFA! Novamente – qual o controle que possui a chantagem de Valcke sobre Blatter?

SLIDE 20 Foto de Dassler: A história dos contratos-propinas da ISL começou em 1974, quando o empresário alemão Horst Dassler pagou propinas para que João Havelange fosse eleito presidente da FIFA. O senhor Dassler, da família à qual a Adidas pertencia, criou a Companhia ISL e queria os contratos lucrativos da Copa do Mundo da FIFA. Foi Havelange que pediu dinheiro? Ou o senhor Dassler que ofereceu as propinas? Quem deu o primeiro passo? O senhor Havelange poderia nos dizer.

SLIDE 21 JH, JMW, JB: Horst Dassler morreu em 1987. Havelange permaneceu como presidente da FIFA, Sepp Blatter foi seu Secretário Geral. Entre os dois encontra-se Jean-Marie Weber, antigamente assistente de Dassler, que se tornou notório como ‘O homem da maleta’ que entregava as propinas da ISL. Ele assim o admitiu no tribunal em 2008.

SLIDE 22 O Braço direito de Samaranch: Um personagem fundamental na conspiração para privatizar o esporte do povo foi o presidente do COI, senhor Juan Antonio Samaranch. Um dos segredos sujos do COI são os 37 anos de história fascista de Samaranch, ex- ministro de esportes de Franco. Aqui ele está com seu braço levantado, o quarto a partir da direita. Samaranch e Dassler trabalharam juntos para entregar o esporte aos patrocinadores.

SLIDE 23 IMG: Em 1996 a companhia americana IMG tentou quebrar o monopólio da ISL sobre os contratos da FIFA. A IMG ofereceu um bilhão de dólares pelos direitos da Copa do Mundo de 2002. Eles logo descobriram que o Secretário Geral da FIFA, Blatter e o Presidente Havelange estavam mentindo.

SLIDE 24 Carta de Drossart: Este é o executivo da IMG, Eric Drossart. Ele escreveu a Blatter: “Sepp, é muito difícil concluir qualquer outra coisa a não ser que há dois tipos de regras aqui: um para a ISL e outro para o resto . . . suas respostas aos nossos esforços são meramente um exercício cosmético para proteger a FIFA de acusações futuras de conduta imprópria e indevida quanto à concorrência.”

SLIDE 25 Weber mais jovem e Blatter: A FIFA enganou a IMG, a ISL conseguiu o negócio, e Blatter e Weber ficaram mais próximos.

SLIDE 26 Blatter e Weber em Túnis: Aqui está Sepp Blatter em 2004 com “O homem da maleta” – Jean Marie Weber.

SLIDE 27 Hildbrand: A partir de 2001a ISL, Weber, Blatter e os recebedores de propinas foram investigados por este homem – Juiz de Instrução Thomas Hildbrand. A FIFA e Blatter fizeram tudo o que puderam para obstruir seu trabalho.

Em 2006 a BBC estava investigando os escândalos de propinas da ISL. Enviamos e-mails a Blatter pedindo uma entrevista. Ele ignorou nossos e-mails. Então fomos vê-lo. Nós o abordamos em uma passagem pública perto da antiga Casa da FIFA no dia de uma coletiva à imprensa da FIFA. Desde 2003 que estou banido da FIFA, quando publiquei uma história documentada revelando que Blatter paga a si mesmo, anualmente, um bônus secreto e de grande monta.

28 VIDEO Andrew Jennings & Blatter em 2006 1.34: JENNINGS: Por favor, posso assistir à sua coletiva de imprensa? Eu disse por favor posso assistir à sua conferência de imprensa?

BLATTER: Quando, agora?

AJ: Sim agora.

BLATTER: Ok.

AJ: Posso entrar?

BLATTER: Sim ok.

AJ: Mas alguns profissionais do seu pessoal de imprensa não me deixam entrar.

BLATTER: Tomarei conta disso. Okay?

AJ: Só quero lhe fazer uma pergunta agora porque alguns de seus profissionais de imprensa não me deixam entrar, eles estão me barrando.

BLATTER: Você vem comigo.

AJ: Deixe-me perguntar somente isto: o senhor sabe quais autoridades do futebol receberam propinas da companhia de marketing ISL?

BLATTER: Desculpe, mas não falo sobre isso.

AJ: o senhor sabe quais autoridades do futebol receberam propinas da companhia de marketing ISL?

BLATTER: Não respondo a essas perguntas. … AJ: O senhor já procurou descobrir quem recebeu esses pagamentos da Companhia de Marketing ISL?

BLATTER: O senhor sabe mais do que eu, o senhor sabe mais do que eu.

AJ: O senhor é o presidente do futebol mundial, sou apenas um repórter.

BLATTER: Não, escute, escute, você sabe mais do que eu. Essa questão está nas mãos da justiça e dos tribunais e deve ficar lá até…

AJ: O senhor vai me dizer quem recebeu a propina de 1 milhão de francos? Disseram-me que o senhor ordenou que essa propina fosse paga à pessoa cujo nome está no pagamento. O senhor pode me dizer quem era? Era o presidente Havelange?

Assim que terminamos de filmar, ele se recusou a deixar que eu entrasse na coletiva de imprensa.

SLIDE 29 – ZUG – JMW – $100 milhões: Dois anos mais tarde, eu estava no tribunal, em Zug. Seis executivos da ISL foram acusados de fazerem operações comerciais estando falidos. O juiz confrontou Jean-Marie Weber: A ISL pagou cerca de US$100 milhões em propina a autoridades do esporte? Sim, disse o sr. Weber.

SLIDE 30 – Café & lista: (59”) Há anos, eu venho juntando provas de corrupção nos níveis mais altos da FIFA. Porém, houve um documento importante ao qual não consegui ter acesso. Então, cerca de um mês atrás, uma fonte confiável me entregou o documento.

É um documento secreto que algumas pessoas da FIFA esperavam que pudesse ficar escondido para sempre.

Linha a linha, ele detalha 175 pagamentos secretos, totalizando dezenas de milhões de dólares.

Sei, a partir de fontes bastante confiáveis, que os pagamentos eram propinas.

Entre os nomes da lista estavam algumas autoridades do alto escalão da FIFA.

É dinheiro real, propinas vultosas em contratos da Copa do Mundo.

SLIDE 31 – Havelange e Blatter: Havelange deve muito a Blatter. Em 3 de março de 1997, a ISL cometeu um erro terrível. Eles enviaram uma propina de 1,5 milhão de francos suíços – cerca de 1 milhão de dólares –, que era para o presidente Havelange – diretamente para uma conta da FIFA.

Conto essa história no primeiro capítulo do meu livro e em filmes da BBC. Aqui está a prova, retirada de arquivos da ISL.

SLIDE 32 – Garantia de João Havelange: O secretário geral da FIFA Sepp Blatter ordenou que o dinheiro fosse transferido rapidamente para uma conta privada de Havelange. Ele nega que isso tenha acontecido.

Quanto recebeu em propina o presidente da FIFA João Havelange? Acredito que mais de US$50 milhões. Ele pagou impostos sobre esse dinheiro no Brasil?

Irei agora abordar três outros casos de propina paga a autoridades da FIFA. A BBC enviou pelo menos dois emails a cada pessoa convidando-as para dar entrevistas. Elas não responderam.

SLIDE 33 – Issa Hayatou Uma dessas pessoas é Issa Hayatou – bastante conhecido de Jean-Marie Weber, o “homem da maleta”. Isso foi retirado do meu filme de 29 de novembro do ano passado.

SLIDE 34 – ISSA Hayatou no hotel – 53”: O sr. Hayatou é o vice-presidente da FIFA que representa 53 países africanos.

A lista mostra que a ISL pagou-lhe 100 mil francos franceses. Próximo ao seu nome está escrito “barzahlung”, que significa, em alemão, pagamento em dinheiro.

Ele também não respondeu à nossa carta. Dessa vez cheguei um pouco mais perto.

Sr. Hayatou. Andrew Jennings, já nos encontramos antes. O senhor tem alguns minutos para conversarmos?

Gostaria de perguntar-lhe sobre dinheiro.

Por favor, por favor, por favor.

Nós vimos. Os registros da ISL mostram que o senhor recebeu dinheiro da ISL.

Isso é o que dizem as listas. Elas dizem que o senhor recebeu dinheiro, Issa. Seu nome está nos registros da ISL. Seu nome está nos registros por receber dinheiro e é por isso que estou lhe perguntando.

Pare, por favor, saia.

Ok. Sim.

SLIDE 35 – Leoz: Tem, também, Nicolas Leoz, do Paraguai. No tribunal em Zug, em 2008, nos disseram que ele havia recebido US$130 mil da ISL em 2000.

SLIDE 36 – Trechos da lista de Zug: Tive acesso à lista completa – e descobri que o Sr. Leoz havia recebido muito mais.

SLIDE 37 – Na porta de Leoz 1.02: Graças à lista secreta de pagamentos que conseguimos, que nunca havia sido revelada no tribunal, podemos ver que o sr. Leoz conseguiu muito dinheiro. A lista da ISL mostra que ele recebeu outros três pagamentos.

Um de US$200 mil.

Outro de US$200 mil.

E ainda mais um.

Isso equivale a US$600 mil em propinas para o sr. Leoz.

Escrevemos pedindo que ele explicasse os pagamentos. Ele não respondeu, então tentei encontrá-lo em um hotel luxuoso em Zurique.

Sr. Leoz, Sr. Leoz. O senhor recebeu propina da ISL?

Sr. Leoz, (tradução do espanhol do trecho acima)

Sim ou não?

SLIDE 38 – Dias/Relatório: Senhores senadores – os senhores certamente se lembram de que, em 2001, os senhores publicaram um relatório de uma investigação feita sobre Ricardo Teixeira e a CBF. Os senhores descobriram que Teixeira e sua empresa estavam recebendo dinheiro de uma companhia de Liechtenstein chamada Sanud. Aqui está uma página aleatória desse relatório.

SLIDE 39 – Página da Sanud: Acredito que a investigação dos senhores não conseguiu descobrir de onde a Sanud obteve dinheiro. Eu descobri que o dinheiro da Sanud veio da ISL. Aqui estão alguns trechos da lista de propina da companhia.

SLIDE 40 – HILITE 93:

SLIDE 41 – HILITE 95:

SLIDE 42 – HILITE 96:

SLIDE 43 – HILITE 93: Em novembro do ano passado, encontrei-o. Isso foi o que o mundo viu.

SLIDE 44 – Na porta de Teixera 1.46”: JENNINGS: Está aqui outra companhia de Liechtenstein, chamada Sanud. Ela recebeu 21 pagamentos, totalizando US$9,5 milhões.

Dessa vez há algumas pistas de quem recebeu o dinheiro.

Elas apontam para a pessoa mais importante ligada ao nosso documento secreto. Ele é outro membro da comissão executiva da FIFA. E é o homem responsável pela próxima Copa do Mundo, no Brasil, em 2014.

O Panorama já o encontrou antes.

Em 1998, tentamos perguntar-lhe sobre seu papel em acordos de patrocínio para a seleção brasileira.

O senhor não quer falar sobre futebol.

Eu gostaria de falar sobre futebol.

Sem mais respostas. Sem mais perguntas. Adeus.

Mas temos novas perguntas, porque aquela companhia de Liechtenstein, Sanud, esteve intimamente ligada a ele no passado.

Um inquérito instaurado pelo Senado brasileiro em 2001 descobriu que certos fundos da Sanud foram enviados secretamente ao sr. Teixeira.

Então, os US$9,5 milhões da nossa lista também foram parar no bolso dele?

Escrevemos ao sr. Teixeira e lhe perguntamos. Ele também não respondeu.

Olá, sr. Teixeira. Podemos falar com o senhor?

Voltei para o hotel da FIFA em Zurique para perguntar-lhe.

O senhor recebeu propina por meio da Sanud?

Para que eram aqueles pagamentos da ISL?

Sr. Teixeira.

Oh.

SLIDE 45 – Veredito de Hildbrand: O Magistrado Suíço Thomas Hildbrand descobriu evidências suficientes para provar que duas autoridades da FIFA receberam propina da ISL – e que Blatter havia abafado o caso. Em maio de 2010, ele anunciou que o caso havia sido resolvido. Aqui está sua declaração pública:

“O Juiz de Instrução Thomas Hildbrand, em agosto de 2008, começou uma investigação sobre alegações de que certos membros da Comissão Executiva da FIFA receberam propina por contratos de marketing. Após cinco anos de inquérito, os acusados concordaram em devolver 5,5 milhões de francos e o caso foi encerrado.”

Quem foram as pessoas acusadas? Elas são Blatter, Teixeira e Havelange. Eles pagaram uma pequena fortuna para que seus nomes ficassem em segredo.

Porém, eles não podem fazer isso. A BBC e diversos jornais suíços estão travando uma batalha legal para publicar o relatório de Hildbrand.

SLIDE 46 – Lista dos três advogados: Blatter, Havelange e Teixeira estão resistindo – e aqui estão os advogados suíços para os clientes B1, B2 e B3. Sei disso porque a BBC recebe cópias de todas as correspondências.

SLIDE 47 – B1 – N & H = FIFA: B1 é Blatter e a FIFA, representados pelos advogados Nobel & Hug.

SLIDE 48 – B2 – Schweiger = Teixeira: B2 é Ricardo Teixeira, representado pela firma de advocacia Schweiger.

SLIDE 49 – B3 – Niedermann = Havelange: B3 é João Havelange, representado pela firma de advocacia Niedermann.

SLIDE 50 – Havelange, Blatter, Teixeira: Na semana passada, o Promotor de Zug rejeitou os argumentos de Blatter, Teixeira e Havelange. Agora, a grande questão é: Blatter, Teixeira e Havelange irão continuar a lutar pela não divulgação?

Nossos advogados dizem que é inevitável que a Suprema Corte da Suíça ordene a divulgação no interesse público – mesmo que demore outros 12 meses.

Então, haverá um grande escândalo internacional pairando sobre a Copa do Mundo de vocês. Dois brasileiros e o presidente Blatter.

Obrigado.

SLIDE 51 – slide de Andrew Jennings:

FIM

Tradução de CLÁUDIA PACHECO DE OLIVEIRA e LEONARDO BRANDÃO CASTRO, revisão de VANIRA TAVARES Serviço de Tradução, SIDOC, Senado Federal

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo